terça-feira, 10 de setembro de 2013

Quadrinhos e Ateísmo: concurso na UFPB

Há cinco anos a editora Marca de Fantasia realiza concurso de quadrinhos para estimular a criação e promover a difusão do trabalho de novos artistas, ou mesmo dos veteranos que eventualmente participam. As três primeiras edições se concentraram na produção de tiras humorísticas, gênero de quadrinhos muito apreciado pelos brasileiros e com boa inserção nos jornais locais de várias cidades do país.

O resultado dessa fase foi a publicação dos álbuns Gag: as melhores tiras humorísticas e Gag: o humor é o motor, com as tiras selecionadas mais a inserção de outros autores na revista Maria Magazine, especializada em tiras de humor. As publicações, como todas as demais da editora Marca de Fantasia, não visam o lucro, sendo vendidas a preço de custo. Os autores participam solidariamente, movidos pelo desafio criativo que o concurso oferece.

Em 2012 houve uma inovação, com a chamada de trabalhos com um tema ainda considerado tabu: a homossexualidade. Provando que os costumes têm mudado rapidamente no país e que os quadrinistas acompanham as mudanças com o fomento de novas ideias, o resultado do concurso HQ e homossexualidade foi dos mais surpreendentes, com o envio de trabalhos de alta qualidade gráfica e textual. O álbum Amores plurais, que resultou do concurso, reúne obras de quadrinistas de todo o país e de Portugal, com histórias contrárias aos preconceitos e plenas de sensibilidade.

Seguindo o propósito de instigar a reflexão e estimular a criatividade, o tema do concurso deste ano é o ateísmo, que pode ser expresso na negação da religiosidade e, sobretudo, no questionamento à existência de Deus. A proposta não inclui o satanismo ou as crenças pagãs, que seriam o outro lado das religiões consensuais, muito menos o agnosticismo, que vem a ser a dúvida sobre a existência ou não de Deus.

O ateísmo é a postura radical de que o ser humano prescinde da fé para reger-se pela ética que provém da racionalidade. Sem dúvida, o ateísmo se constitui num tema complexo, a ponto de muitos que se identificam com suas ideias não ousarem assumi-las socialmente temendo a recriminação pela maioria formada por uma cultura milenarmente baseada na fé.

Podem participar do concurso autores profissionais ou amadores do Brasil ou de outros países, individualmente, em dupla ou em grupo, com uma ou mais histórias com até seis páginas ou série de tiras, com no mínimo 10, em cores ou preto e branco. A abordagem é livre, podendo ser humorística ou não.

Os trabalhos devem ser enviados até o dia 31 de outubro de 2013 no formato jpg, com 300dpi para o email <henriquemais@gmail.com>, juntamente com o título, os autores, endereço e email. Uma comissão formada por pesquisadores do Grupo de Pesquisa em Humor, Quadrinhos e Games, do Mestrado em Comunicação da UFPB, avaliará as obras e escolherá as que participarão do álbum a ser lançado pela editora Marca de Fantasia.

Os autores participantes concordam tacitamente com a publicação de seu trabalho em livro, revista e como material de divulgação pela Marca de Fantasia sem ganhos financeiros.
Postar um comentário