segunda-feira, 11 de julho de 2016

Novo Artigo: Muito além da adaptação: processos criativos na estética de Fables da DC Comics


Artigo realizado em parceria com a desenhista Janaína Araújo (Design-UFAL) nos trâmites da disciplina "Oficina de Histórias em Quadrinhos", ministrada por mim, anualmente, no curso de Comunicação Social da UFAL. O material foi apresentado nas Jornadas Temáticas de Histórias em Quadrinhos em 2014 na Universidade Federal de São Paulo e no Encontro Nacional de Pesquisadores em Arte Sequencial em 2015 em Leopoldina (MG).

A versão completa do artigo foi agora publicada na Revista do Grupo de Pesquisa em História em Quadrinhos - GPHQ, do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal da Paraíba: Imaginário!, n.10. (p.08-39).



RESUMO:
O trabalho parte da analisa da HQ Fábulas (Fables), publicada pela DC Comics, a partir do engendramento lógico da semiótica Peirceana na análise da composição dos desenhos, enquadramentos e concepções visuais das personagens, aliado à noção de intertextualidade. A partir de amostragem intencional se desenvolveu a análise semiótica e sua correlação com o processo de readaptação dos contos em ficções quadrinizadas. Investiga a associação entre os textos originais das fábulas e contos infantis e suas versões quadrinizadas quanto ao seu nível de integridade e variação criativa, inclusive em referência às questões de ordem imagética como os desenhos das cenas, capas e personagens, seus efeitos de cores sobre traçados de preenchimento e composição. Os resultados levam à conclusão que o processo de adaptação usado em Fables perpassa um momento de recriação artística de modo a remeter ao material original sem a preocupação de fidelizá-lo pela reprodução, mas pela verossimilhança arguitivo-simbólica.

Para acessar a versão completa, clique aqui.
Esta revista e os números anteriores (inclusive com outros artigos meus), pode ser acessada no site da editora Marca de Fantasia, clicando aqui.
Postar um comentário