segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

1º seminário interno do grupo de pesquisa AMBIENTE, AFETOS e ECONOMIA das SIMBOLIZAÇÔES (GRUPAAES)





                                 GRUPAAES





1º Seminário Interno do Grupo de Pesquisa AMBIENTE, AFETOS e ECONOMIA das SIMBOLIZAÇÔES (GRUPAAES)

 Dia 25 de Janeiro de 2013, mini auditório da biblioteca central da UFAL.



Apresentação: o grupo foi criado no ano passado (2012), resultado da interlocução entre alunos de graduação, pós-graduação e professores. Ele pretende ter a função de aglutinar pesquisas, estimular a formação teórico-metodológica e, posteriormente, realizar pesquisas integradas que contribuam para investigações de fenômenos que ajudem a esclarecer algumas direções dos grupos humanos contemporâneos. Particularmente, os membros do grupo são estimulados a se preocuparem com uma agenda de problemas de investigação que se inter-relaciona com o fenômeno amplo da redução relativa das pressões sobre a vida humana decorrente de incertezas do ambiente natural como a fome, a sede, enchentes, doenças na contrapartida do aumento, também relativo, das pressões sobre as ações humanas decorrentes da maior interdependência dos homens entre si. Em outros termos, o aumento das ligações entre os indivíduos teve como uma de suas consequências, acompanhado da relativa redução do sofrimento advindo do ambiente não humano, uma elevada diversificação dos jogos simbólicos e afetivos que os homens desempenham uns para os outros, tornando-se as principais fontes de obtenção de satisfação e de frustrações que estão na base da estrutura de conflitos e de lutas por reconhecimento e gratificação apaziguadora do mundo contemporâneo. A relevância desse problema pode ser avaliada quando consideramos o fenômeno  do aumento da distribuição do dinheiro entre diferentes grupos humanos no Brasil, durante o século XX, mas, igualmente, a diversificação de demandas de grupos humanos no que tange ao consumo de bens simbólicos como educação, religião, diversão, tecnologias, comunicação e informação, mas também acesso a bens políticos de intervenção sobre as decisões de instituições direta ou indiretamente ligadas ao Estado. Uma das intenções do grupo é formar pesquisadores e aglutinar pesquisas, ampliando a capacidade de realiza-las de modo integrado, visando reduzir o desconhecimento sobre dimensões desse vasto problema de investigação. 



Os primeiros passos nessa direção estão presentes no nosso 1º Seminário Interno do Grupo de Pesquisas Ambiente, Afetos e Economia das Simbolizações.


O grupo é liderado pelos Professores Fernando de Jesus Rodrigues e João Vicente Costa Lima, vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade federal de Alagoas.


Abaixo a programação:



Programação do 1º Seminário Interno do Grupo de Pesquisa Ambiente, Afetos e Economia das Simbolizações. (GRUPAAES)

Dia 25 de Janeiro de 2013, mini auditório da biblioteca central.

 

8:00 – Apresentação do Grupo de Pesquisas Ambiente, Afetos e Economia das Simbolizações.


Novas tramas e percalços da sociologia contemporânea

Prof. João Vicente Costa Lima


Diversificação simbólico-afetiva, alterações sociotécnicas do ambiente e democratização da cultura

Prof. Fernando de Jesus Rodrigues (ICS/UFAL).

 

9:10 – Mesa "Lutas simbólico-afetivas, Mercados de Diversão e Gênero."


Verdurada não é balada! Reflexões sobre s experiência afetivo-amorosa nos festivais de música hardcore na cidade de São Paulo.

Prof. João Bittencourt (ICS/UFAl).


Aspectos da estrutura de poder entre homens e mulheres e as diversões erótico-dançantes no Brasil contemporâneo.

Prof. Fernando de Jesus Rodrigues (ICS/UFAL).


Debatedor: Prof. Gilson Rodrigues (ICS/UFAL).


Fim da atividade: 10:20


Intervalo: 20 minutos.


10:40 – Mesa "Intelectuais religiosos e leigos e as interfaces com a figuração do popular."

Os paradigmas dos Estudos Alagoanos e sua relação com a cultura e os usos do popular

Paulo Victor (mestrando sociologia/UFAL)


Mundo social popular como ética religiosa em Alagoas

Andréa Laís (bacharelanda em ciências sociais/UFAL)


Debatedor: Nido Farias dos Santos


Fim da atividade pela manhã: 12:00

 

14:00 – Mesa "Estruturas sócio afetivas, Estado e economias morais"

Democratização do ensino superior em Alagoas: primeiras impressões.

Rodrigo Lopes (bacharelando em ciências sociais/UFAL)


A "sociodinâmica da estigmatização" no caso do tabagismo: aspectos do caso brasileiro e delineamentos para a análise do cenário maceioense

Jorge Barbosa (bacharel em Ciências Sociais/UFAL)


Estado, família e desigualdades sociais: algumas considerações acerca do poder familiar.

Prof. Gilson Rodrigues (ICS/UFAL)


Debatedor: Vânia Paiva

 

15:40 – Mesa "Economia das Simbolizações e as Dinâmicas da Diversão Contemporânea"

 Crença e consumo no mercado de música gospel em Alagoas

Vânia Paiva (bacharelanda em ciências sociais/UFAL)


O sentido da autopromoção individual/privada do lazer envolvido com bens e serviços informacionais-digitais nas periferias de São Miguel dos Campos.

Nido Farias (licenciado em ciências sociais/UFAL)


Debatedor: Jorge Silvestre Barbosa

 

Término das atividades: 18:00hs.


Postar um comentário