sábado, 19 de janeiro de 2013

Artigo na RiF


REVISTA INTERNACIONAL DE FOLKCOMUNICAÇÃO, VOL. 10, NO 21 (2012) ISSN: 1807-4960



MAMULENGO, FREVO E ACORDA POVO: RESILIÊNCIAS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA NA CULTURA POPULAR

Amaro Xavier Braga Júnior

RESUMO


O artigo apresenta um ensaio a partir de notas etnográficas e análise bibliográfica, acerca das contribuições da cultura africana na formação dos festejos e folguedos da cultura popular da região Nordeste. Constrói-se em torno da ideia de como as adversidades sociais impostas aos padrões culturais africanos, pelas classes dominantes, se tornaram decisivos para o fortalecimento destes mesmos padrões ao ponto de exercerem uma ação vital na constituição da cultura popular regional. Esta ação, denominada de “Resiliência”, permite apresentar e compreender como se processou a contribuição dos negros, mesmo tendo eles, sofridos perseguições e avaliações negativas quanto a sua herança cultural. São apresentados três modelos distintos de resiliência da cultura afro-brasileira na constituição da cultura popular na folkcomunicação cinética (de Distração, Dança e Celebração), expondo a resiliência como um processo social binário de resistência e adaptação.

Texto Completo: PDF
Postar um comentário